fbpx

Gerencie as confirmações de sua clínica na palma da mão com o nosso aplicativo.

Nina

hub de agendamento

Hub de agendamento para clínicas médicas

Hoje, o uso de dados e tecnologias em conjunto oferece oportunidades incríveis para melhorar os resultados em cuidados de saúde.

Laboratórios e clínicas médicas são o motor da transformação digital na área, uma vez que os dados que geram podem influenciar até 60-70% da tomada de decisão clínica.

Há um enorme potencial para conectar sistemas através de um hub, correlacionar dados e criar novas informações para melhores resultados, que impactam em:

  • Excelência operacional (na prestação de cuidados);
  • Sustentabilidade das organizações de saúde (gerando percepções baseadas em dados para tomadas de decisão mais informadas);
  • Transformação da assistência à saúde (para uma melhor assistência ao paciente).

A crescente disponibilidade, padronização e integração de dados em sistemas conectados apresenta várias oportunidades. Ao mesmo tempo, levanta novos desafios com relação ao gerenciamento dessas informações de forma a cumprir os requisitos e regulamentos de privacidade de dados.

Como promover o avanço digital na área da saúde

Consultores especializados em tecnologia aplicada à área da saúde podem ajudar a co-criar soluções digitais em parceria com laboratórios e hospitais — soluções estas que aceleram a transformação, adicionam percepções valiosas e gerenciam melhor as mudanças necessárias.

Nossa experiência indica que, quando combinamos um sólido conhecimento em saúde com tecnologias digitais emergentes, podemos fornecer valor aos médicos e pacientes.

A prevenção de doenças, atendimento sem filas de espera e uma abordagem mais individualizada são as principais necessidades e oportunidades nos cuidados de saúde. Cuidados personalizados estão se tornando uma prioridade estratégica.

Com o emprego de softwares de gerenciamento, é possível oferecer atendimento de forma rápida e eficaz, o que gera melhores resultados para os pacientes.

A importância do uso de dados

Organizações em todo o setor de saúde reconhecem que o uso inovador de dados é crucial para eficiência operacional.

Porém, apesar desse reconhecimento generalizado, apenas 15% dos entrevistados em uma recente pesquisa global com 742 líderes de saúde descrevem sua organização hoje como madura em sua capacidade de acessar, integrar e analisar dados de saúde de diversas fontes.

Metade dos participantes do estudo conduzido pela Harvard Business Review Analytic Services afirma que está desenvolvendo esses recursos, mas a tomada de decisão é retardada por lacunas no fluxo de trabalho digital. E um terço diz que, embora tenham algumas ferramentas de gerenciamento de dados, reunir informações relevantes é um processo lento e desafiador.

Para se beneficiar da orientação por dados, as organizações de saúde precisam adotar novas ferramentas analíticas que permitam automatizar atividades, promovendo, dessa forma, uma verdadeira transformação de processos entre várias partes do sistema de saúde.

Os entrevistados reconhecem a importância de compartilhar e gerenciar dados entre os ambientes. Mas a pesquisa descobriu que apenas 19% têm sucesso no gerenciamento de dados clínicos e operacionais em ambientes de atendimento atualmente.

Há uma série de razões para a grande lacuna entre a importância que as organizações atribuem ao gerenciamento bem-sucedido de dados e seu nível atual de maturidade. Isso inclui:

  • Dados de baixa qualidade e inconsistência de uma fonte para outra;
  • Segurança de dados e privacidade;
  • Problemas técnicos, como falta de integração entre sistemas;
  • Interesses desalinhados entre fornecedores e clínicas médicas.

Para acelerar o ritmo de sua transformação digital e perceber os benefícios da prestação de cuidados e da eficiência de custos, os provedores precisam:

  • Tornar os cuidados de saúde orientados por dados uma prioridade-chave, liderada a partir de um hub de gerenciamento;
  • Adotar uma verdadeira abordagem de transformação digital para assistência médica baseada em dados, colaborando entre silos — tanto dentro de suas organizações quanto externamente, com outros provedores, fornecedores de tecnologia, empresas farmacêuticas, profissionais da saúde e pacientes;
  • Realinhar sua estratégia de dados para uma abordagem baseada em valor para os cuidados de saúde;
  • Aplicar a inovação não apenas para melhorar gradativamente as operações existentes, mas para mudar radicalmente a natureza da prestação de cuidados.

A jornada de transformação digital na área de saúde apenas começou. Hoje, os registros médicos eletrônicos (EMRs) são bastante prevalentes, pelo menos em ambientes de atendimento individual, mas o mesmo ainda não pode ser dito de registros médicos compartilhados ou ferramentas digitais para apoiar a tomada de decisões clínicas e operacionais.

E há muito espaço para aumentar o uso de serviços e plataformas baseados em nuvem para reunir e organizar dados de atendimento e saúde.

Primeiro passo: hub de agendamento de consultas

Um hub de informações é um aplicativo — oferecido também na versão web — que integra dados.

No caso de um hub de agendamento de consultas, como o desenvolvido pela Nina Tecnologia, o sistema permite que a operadora de saúde crie agendamentos na clínica médica respeitando horários de funcionamento e a disponibilidade de profissionais.

Caso sua clínica não tenha um sistema integrado, você pode cadastrá-la na plataforma da Nina e monitorar os agendamentos criados pela operadora diretamente no nosso site.

Fazer isso é bastante simples e intuitivo. Basta seguir o passo a passo apresentado pelo sistema para cadastrar seu estabelecimento, profissionais e procedimentos disponíveis.

Com o hub de agendamentos da Nina, você tem a tecnologia que precisa para levar sua clínica para um outro patamar.

Para saber mais sobre como a plataforma funciona, assista ao vídeo abaixo:

Pronto para oferecer um serviço diferenciado, rápido e eficiente para seus pacientes? Entre em contato conosco!

Post a Comment